Cheesecake de ricota e maracujá

db2461e64c3fb424bcf7e512dec974d0

Uma receita deliciosa para um almoço ou jantar especial, o cheesecake de ricota e maracujá é uma sobremesa refrescante e super fácil de fazer que vai impressionar amigos e familiares, confira!

Ingredientes da Massa:

1 pacote de bolacha (cerca de 200 gramas)
1/2 xícara de manteiga sem sal

Ingredientes do Recheio:

2 xícaras (chá) de ricota amassada
1 xícara (chá) de suco concentrado de maracujá
1 lata de creme de leite
1 lata de leite condensado
1 e ½ caixa de gelatina em pó sabor maracujá
½ xícara (chá) de água quente

Ingredientes da Calda:

Polpa de 2 maracujás
½ caixa de gelatina em pó sabor maracujá
½ xícara (chá) de água quente

Modo de Preparo da Massa:

Preaqueça o forno a 180°C. No liquidificador, triture as bolachas junto com a manteiga até ficar uma textura como a de farofa. Forre o fundo de uma forma de aro removível de 24 cm de diâmetro, apertando a massa com as mãos. Leve ao forno por aproximadamente 10 minutos. Depois de pronto, deixe esfriar.

Modo de Preparo do Recheio:

No liquidificador, bata a água com a gelatina para dissolver. Acrescente o suco de maracujá, a ricota, o creme de leite, o leite condensado e bata até ficar homogêneo. Espalhe essa mistura sobre a torta, alisando com o auxílio de uma espátula e leve para gelar por no mínimo 2 horas.

Modo de preparo da Calda:

Dissolva a gelatina na água quente, misture com a polpa, deixe amornar e despeje sobre a torta.
Leve para gelar por no mínimo 2 horas. Desenforme e sirva.

Anúncios

Sopa refrescante de tomate

10615545_10202174656722886_7780323785205101478_n

Sopas são deliciosas no inverno, no entanto, há uma variedade de receitas refrescantes que podemos fazer no verão! Confira esta sopa de tomate com pão integral de azeitona. Além de super saudável, possui baixíssimas calorias (quase nada!) e pode ser servido frio ou quente, de acordo com o seu gosto, e é ideal para tardes de sol ou noites frescas.

Ingredientes:

Receita para 2 pessoas

4 tomates grandes vermelhos e maduros, picados e sem casca
2 colheres (sopa) de extrato de tomate
1 litro de água
1 cebola bem picada
2 dentes de alho picados
azeite de oliva
manjericão e salsinha a gosto
sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo:

Coloque um pouco de azeite de oliva numa panela e frite a cebola picada e o alho, junte os tomates picados e o extrato de tomate e mexa em fogo médio até que os tomates se dissolvam um pouco. Despeje a água e mexa até levantar fervura. Adicione sal e pimenta a gosto e deixe ferver para engrossar o caldo.
Quando o caldo já estiver grosso, desligue o fogo e salpique salsinha e manjericão, mexendo para incorporar o sabor.
Coloque a sopa num recipiente para sopas e deixe esfriar. Você também pode colocar na geladeira se preferir um prato mais refrescante. Enfeite com algumas salsinhas na hora de servir.

OBS: Sirva com pão integral.

Sticky Toffee Pudding

Sticky-Toffee-Pudding
Photo by topinspired

Este bolinho com calda quente é o famoso Sticky Toffee Pudding, uma sobremesa inglesa muito popular (e fácil de fazer!). O quitute é de dar agua na boca e vai muito bem em todas as ocasiões, desde de o famoso “chá da tarde” britânico até o famoso almoço com toda a família.

Obs: Nós testamos uma receita que varia nos ingredientes. A receita original leva tâmaras, mas preferimos fazer com nozes por ser mais barata e encontrada mais facilmente. Como não somos puritanos na culinária, também adicionamos a canela em pó para dar um sabor extra. Experimente!

Ingredientes para a massa:

100 gramas de açúcar mascavo
175 gramas de farinha self-raising (farinha com fermento)
125 ml de leite integral
1 ovo grande
1 colher de chá de essência de baunilha
50 gramas de manteiga (derretida )
200 gramas nozes picadas
Canela em pó (uma colherzinha de café)

Ingredientes para a calda:

200 gramas de açúcar mascavo
25 gramas de manteiga
1 xícara de creme de leite

Modo de Preparo:

Pré-aqueça o forno a 190° C

Misture o açúcar mascavo, a canela em pó e a farinha em uma tigela grande.

Nma jarra separada, junte o leite, o ovo – já levemente batido, a baunilha e a manteiga derretida. Em seguida, despeje esta mistura sobre o açúcar e a farinha misturada anteriormente, mexendo levemente apenas com uma colher de pau. Unte uma forma de pudim e despeje a mistura, juntamente com as nozes picadas.

Asse por cerca de 45 minutos ou até que esteja seco por dentro. A parte de cima do pudim deve ficar elástico e esponjoso.

Para a calda, misture o açúcar mascavo com a manteiga numa panela e espere derreter, mexendo com uma colher de pau para que não queime. Quando a mistura estiver derretida, despeje a xícara de creme de leite (sem soro) e misture bem. Despeje a calda por cima do Sticky Toffee Pudding e sirva com sorvete de baunilha ou com creme.

Enjoy it!

Pão de Abóbora

2013-1126_jenny_pumpkin-bread-007
Photo by James Ransom

Já sabemos que fazer pão é uma verdadeira arte. Alguns pães, por mais que coloquemos todo o nosso amor culinário ao fazer a receita, ficam secos e endurecem muito rápido. Com os pães de abóbora não é diferente. Mas esta receita vai ajudar o seu pão a ficar mais úmido e macio.
Uma receita surpreendente de Giulia Melucci que o The Big Menu testou e aprovou! A única “inconveniência” desta receita é que ela requer um pouco mais de tempo no forno, mas nada que não possamos fazer.

Este pão tem todos os temperos tradicionais, mas também leva azeite e maçãs, o que muito contribui para a sua umidade, e é exatamente por isso que o tempo de forno é maior. A melhor sugestão para esta receita e começa-la na noite anterior e, daí, levar ao forno no dia seguinte.

Em suma , este é um grande deleite para aqueles que gostam de pães de abóbora.

Receita para um pão, de 6 a 8 fatias grossas.

Ingredientes:

1 xícara de açúcar
1/2 xícara de azeite de oliva
2 ovos
1/2 abóbora pequena
2 maçãs picadas ou em forma de purê
3/4 xícara de farinha de trigo
3/4 xícara de farinha de trigo integral
1/2 colher de chá de cravo em pó
1/2 colher de chá de canela em pó
1/4 colher de chá de noz-moscada
1/4 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/4 colher de chá de fermento em pó
1/2 xícara de nozes picadas

Modo de Preparo:

1 – Preaqueça o forno a 250 graus. Unte uma forma de pão com um pouco de manteiga e farinha para não grudar.

2 – Misture o açúcar e o óleo até misturar bem, em seguida adicione os ovos e a abóbora. Deite duas toalhas de papel, uma em cima da outra. Coloque as maçãs raladas sobre as toalhas de papel e aperte suavemente para remover o excesso de suco. Junte as maçãs raladas à mistura de abóbora e misture bem.

3 – Em outra tigela, misture a farinha, as especiarias, o sal, o fermento e o bicarbonato de sódio. Adicionar a mistura de abóbora aos ingredientes secos e agitar até que tudo esteja misturado. Adicione as nozes e deixe a massa descansar por 15 a 20 minutos. Quando estiver pronta para assar, despeje a massa na forma de pão já untada. Asse até que o pão esteja escuro, leva cerca de 1 hora e 15 minutos, mas faça o teste espetando um palito até que ele saia limpo.

Para um visual mais elegante, decore o pão salpicando algumas nozes por cima!

pumpkinbread
Photo by Alaina Sullivan

OBS: É sempre importante ficar de olho no forno, alguns fornos são mais potentes que outros.

4- Depois de assado, transfira para uma grade para que o pão possa descansar e liberar o calor. Espere esfriar completamente e delicie-se!

Fonte: The Pumpkin Bread

Antibióticos naturais que você encontra na sua cozinha

antiobiotics-header

Muitas pessoas estão começando a usar remédios naturais e caseiros para tratar algumas doenças e enfermidades menores, ao invés de depender de medicina tradicional ocidental, a qual traz riscos e efeitos colaterais.
Existem muitas ervas, especiarias e alimentos que são antibióticos naturais, os quais também previnem doenças e mantém a saúde do corpo em equilíbrio como o mel, gengibre e alho, entre outros.

1 – Mel
Mel, de preferência local, pois possui maior qualidade do que o industrializado. O mel tem propriedades antibióticas naturais. Espalhar um pouco de mel em feridas e queimaduras pode combater a infecção e promover a cura mais rápida. Usando o mel de origem local também pode combater alergias sazonais ou ambientais. Confira os outros diversos benefícios desta super food que é o mel, aqui.

2 – Alho
O alho é uma erva comumente usada na culinária, mas também pode ser usado como um remédio para combater infecções e doenças como dores de ouvido, resfriados, gripes e pneumonia. O alho pode ajudar a impulsionar o sistema imunológico e reduzir o risco de doença cardíaca. Contém uma grande quantidade de vitamina C, o que é muito benéfico.

3 – Gengibre
Entre os milhares de benefícios do gengibre, que é usado em milhares de medicamentos à base de ervas tradicionais chinesas para curar doenças e enfermidades – ele é amplamente conhecido pela sua capacidade analgésica, como por exemplo, a de acalmar as dores de estômago, sendo um aliado reconfortante. Também é o escolhido para combater náusea. O gengibre é um dos mais poderosos anti-inflamatórios naturais que existem. Confira aqui os outros milhares de benefícios desta raíz.

gengibre-dieta-celulite-gripe-corte-650x350

4 – Vitamina C
Como todos sabemos, a vitamina C é necessária para um corpo saudável. Ela combate infecções bacterianas e muitas doenças. Tomando a vitamina C no início de uma gripe, por exemplo, pode ajudar a sarar muito mais rapidamente. A Vitamina C é facilmente encontrada em frutas cítricas como a laranja e o limão.

Combinar esses ingredientes num super antibiótico também é uma excelente opção para ajudar o corpo a se restaurar, como por exemplo fazer um chá de alho com mel e limão.

As poderosas propriedades medicinais do Gengibre

gengibre-dieta-celulite-gripe-corte-650x350

Se você não adiciona gengibre em sua dieta, é melhor pensar duas vezes. Esta poderosa raíz natural é uma super food e pode te ajudar a manter uma saúde impecável. De acordo com uma pesquisa da GreenMedInfo, o gengibre é antibacteriano, anti-viral, anti-oxidante e anti-parasitário. Isto para citar apenas algumas de suas ações farmacológicas. Ele não somente é um dos mais poderosos anti-inflamatórios naturais que existem, como também auxilia nas dores da artrite, na saúde do coração, pulmões, além de ajudar a controlar o peso, uma fez que o gengibre acelera o metabolismo.

Anti-inflamatório e analgésico, auxiliando no alívio de dores.
O gengibre é famoso pelas suas propriedades analgésicas, principalmente em dores musculares e a de cólicas menstruais, nas mulheres.

Ajuda a tratar os sintomas da asma.
De acordo com a American Thoracic Society (Sociedade Torácica Americana), o gengibre aprimora os efeitos dos broncodilatadores (medicamentos usados por pessoas que são asmáticas ou têm bronquite), ajudando a abrir as vias respiratórias.

Combate náusea e enjôo.
Esta raiz é maravilhosa para o nosso trato gastrointestinal, assim como previne a ocorrência de flatulências, além de ser um antiespasmódico intestinal (o que acalma seu estômago). Estudos sugerem que tomando apenas um grama de gengibre por dia, pode ajudar a reduzir náuseas e vômitos em mulheres grávidas, por exemplo. A suplementação diária gengibre também reduz a severidade da náusea induzida pela quimioterapia e pode ajudar a reduzir vômitos e outros sintomas.

corpo-saudavel

Gengibre para diabéticos.
Se você tem diabetes ou pré- diabetes, especialistas sugerem que o gengibre seja benéfico. Um estudo descobriu que depois de consumir três gramas de pó de gengibre seco por 30 dias, os participantes diabéticos tiveram uma redução significativa dos níveis de glicemia, triglicérides, colesterol total e colesterol LDL. Acredita-se que o gengibre tem um positivo efeito sobre a diabetes porque inibe enzimas no metabolismo de carboidratos, aumenta a liberação de insulina e sensibilidade e melhora o perfil lipídico. Também acredita-se que o gengibre tenha um efeito protetor sobre complicações do diabetes, e seus benefícios inclui o auxílio de proteção ao fígado, rins, sistema nervoso central e dos olhos.

Como ingerir gengibre?

Há várias maneiras de incluir o gengibre no seu dia-a-dia. Como é uma raiz, pode ser usado como tempero. Você também pode adicioná-lo em vitaminas e sopas, fazer chá de gengibre e adicionar gengibre ralado a massas de bolos, tortas e etc.

cha-gengibre-dieta-viva-624-14825

Fonte: 1, 2.

5 alimentos para acelerar o seu metabolismo

pimentatamanhocerrto1

Muitas pessoas que tentam entrar em forma, e ter um corpo mais saudável, acabam desanimando a meio caminho por causa de o processo de queima de gordura ser lento. Para o acelerar, o nosso metabolismo precisa queimar calorias com mais rapidez, e a boa notícia é que podemos interferir na velocidade deste processo de duas formas: fazendo exercícios e desta forma trocando a gordura por massa muscular – quanto mais músculos, mais rápido e maior é o gasto calórico – e se alimentando de maneira inteligente. Incluindo alguns ingredientes-chaves em nossa dieta, ajudamos o nosso metabolismo a funcionar de maneira mais eficaz.

Eis aqui cinco alimentos que vão ajudar a acelerar o seu metabolismo e te animar a continuar numa dieta saudável, confira!

1 – Pimenta vermelha ou Malagueta
A pimenta vermelha é uma poderosa aliada no processo de queima de calorias, além de, também, reduzir a fome.

2 – Canela
A canela, além de acelerar o metabolismo, ajuda a equilibrar o nível de acúçar no sangue.

cinnamon

3 – Suco de limão
Mesmo o limão sendo ácido, dentro do nosso corpo ele torna-se alcalino, ajudando a equilibrar o nosso pH. Além disso, o limão auxilia e melhora nosso sistema imunológico e digestivo.

limão yuzu três

4 – Óleo de Côco e Leite de Côco
Tanto o óleo, como o leite de côco são antivirais e antibacterianos, tornando-os ideais para manter o bom equilíbrio de bactérias boas em nosso intestino. E por quê isto é importante? Porque quando temos muitas bactérias ruins no intestino, nosso organismo entende isso como um sinal de alerta e começa a extrair mais calorias dos alimentos que ingerimos a fim de conservá-las como gordura (energia). Portanto, um intestino saudável é ideal na conquista de um corpo em forma.

50-Benefits-of-Coconut-Oil

5 – Omega-3
Alimentos ricos em Omega-3 são excelentes para o bom funcionamento do cérebro e para melhorar o desempenho do organismo no processo de queima de calorias. Estes ácidos ajudam a reduzir a produção de um hormônio chamado leptina, uma substância química natural que reduz o metabolismo.
Há várias fontes de Omega-3, por exemplo:

a) Peixes: salmão, sardinha e atum
b) Nozes e castanhas
c) Sementes: linhaça e a chia

lg-stuffed-sardines-940x480