Brownie de feijão preto

Oi? Como?

Isso mesmo, aqui você vai aprender a fazer uma receita de brownie de feijão preto! Um jeito criativo e, principalmente, delicioso de comer sem culpa aquela sua prenda doce da semana. O melhor doce sem culpa da história. Acredite!!

Obviamente, o brownie não tem gosto de feijão preto, muito pelo contrário, se você não soubesse que há feijão preto na receita, certamente, acharia que era apenas chocolate. O feijão preto substitui a farinha. Acrescenta-se um pouco de aveia para a consistência certa e Voilà! Eis o seu melhor amigo, a partir deste momento.

20160227_115948

Esse brownie tem poucas calorias e é muito mais saudável que a receita popular. Ele leva os nutrientes do feijão preto e da aveia,, além ficar pronto em 20 minutos, literalmente! Portanto, anote a receita para se deliciar sem culpa!

O que você precisa? Um processador de alimentos. Essa receita tem mais ingredientes secos e o liquidificador pode encontrar dificuldades para fazer bem o seu trabalho. No entanto, se você não tiver um processador de alimentos, você pode usar o liquidificador e acrescentar água o quanto necessário até que a massa bata sem problemas. Mas, atenção, é preciso cuidado para que não coloque muita água. Coloque de pouco em pouco e vá batendo.

Ingredientes:

1 1/2 xícara de feijão preto cozido e lavado

2 colheres de sopa de chocolate em pó (chocolate mesmo, nada de usar Nescau!)

1/2 xícara de aveia

1/2 xícara de mel

1/4 xícara de óleo de coco (opcional manteiga levemente derretida)

1 colherzinha de café de fermento

2 colheres de chá de extrato de baunilha

1/2 xícara de chocolate meio amargo (70% cacau) em pedaços pequenos.

1 pitada de sal

manteiga para untar a forma

chips (gotas) de chocolate para decorar (opcional)

coco ralado para untar a forma (opcional)

Modo de Preparo:

Escolha uma forma funda, de tamanho pequeno a médio, não importa o formato, e unte com manteiga. Em seguida, jogue coco ralado e bata para tirar o excesso. Reserve. Pré-aqueça o forno a 180º C e prepare a massa.

No processador de alimentos, coloque o feijão preto, o chocolate em pó, o óleo de coco (ou a manteiga derretida como opcional), a aveia, o mel, o fermento e a baunilha. Bata tudo até que fique uma mistura homogênea. Se você estiver fazendo a receita no liquidificador, talvez precise de um pouco de água para ajudar a bater os ingredientes. Vá adicionando água aos poucos até obter uma consistência que consiga bater a massa.

Depois de batido, despeje o conteúdo numa tigela e adicione os pedaços de chocolate. Mexa com uma colher até que tudo fique bem misturado. Despeje a massa na forma já untada e nest hora, se desejar, pode decorar com os chips (gotas) de chocolate. Leve ao forno pré-aquecido por 15 a 20 minutos ou até que a massa fique seca.

Retire do forno e deixe esfriar. Após esfriar, é recomendável que se coloque na geladeira por mais ou menos uma hora, para que crie uma boa consistência e amplie o sabor. Somente depois, corte em quadrados. Se cortar os brownie ainda quente, corre-se o risco de despedaçar toda a forma.

Essa receita vai muito bem com um refrescante iogurte ou com frutas frescas, bom apetite! 🙂

20160227_120354

Anúncios

Salada quente de cogumelos e mozzarella

20160314_130634

Esse prato é ideal para vegetarianos. E mesmo se você não for vegetariano, pode desfrutar de uma receita super saudável pela leveza e pelos nutrientes. Rico em fósforo, vitamina B e D, o cogumelo ajuda na manutenção dos tecidos, ossos e dentes. Também é fonte de fibras, que auxiliam no funcionamento do intestino e controlam o colesterol, além de ter baixíssimas calorias.

Essa receita acompanha um bom vinho e também fica perfeita como entradas para jantares mais formais. Serve duas pessoas.

Você pode usar o tipo de cogumelhos que quiser, aqui, usamos o tipo portobelo (ou cogumelho-de-paris, como na foto abaixo). É facilmente encontrado nos melhores supermercados. Mas os tipos Shimeji e Shiitake – populares na culinária japonesa – também podem ser usados na receita.

cogumelo de paris

Ingredientes:

250 gr de cogumelho-de-paris (ou de sua preferência) fatiados finos. Geralmente, a bandeja tem entre 200 e 400 gr, dependendo do estilo e tamanho do cogumelo.

1/2 xícara de alho poró bem picadinho

1/2 xícara de pimentão amarelo (picadinho em cubinhos pequenos)

1/2 xícara de pimentão vermelho (picadinho em cubinhos pequenos)

2 dentes de alho picados bem fininhos

150 gr de queijo mozzarella fatiada grosseiramente

Azeite de oliva de boa qualidade (ou óleo de coco)

sal e pimenta à gosto

semente de girassol (opcional)

Modo de fazer:

Numa frigideira, coloque o azeite, os dentes de alho, o alho poró e mexa até que fiquem levemente suados. Em seguida, adicione os cogumelhos fatiados finos e refogue até que fiquem ligeiramente dourados. Adicione os pimentões e mexa até que todos os ingredientes estejam envolvidos. Em seguida, adicione a mozzarella fatiada e mexa até que o queijo derreta levemente. Retire do fogo, tempere com sal e pimenta à gosto e sirva imediatamente. Uma boa opção é salpicar semente de girassol em cima do queijo derretido, fica uma delícia e traz uma textura crocante para o prato. Bom apetite! 🙂

20160314_130633

Antibióticos naturais que você encontra na sua cozinha

antiobiotics-header

Muitas pessoas estão começando a usar remédios naturais e caseiros para tratar algumas doenças e enfermidades menores, ao invés de depender de medicina tradicional ocidental, a qual traz riscos e efeitos colaterais.
Existem muitas ervas, especiarias e alimentos que são antibióticos naturais, os quais também previnem doenças e mantém a saúde do corpo em equilíbrio como o mel, gengibre e alho, entre outros.

1 – Mel
Mel, de preferência local, pois possui maior qualidade do que o industrializado. O mel tem propriedades antibióticas naturais. Espalhar um pouco de mel em feridas e queimaduras pode combater a infecção e promover a cura mais rápida. Usando o mel de origem local também pode combater alergias sazonais ou ambientais. Confira os outros diversos benefícios desta super food que é o mel, aqui.

2 – Alho
O alho é uma erva comumente usada na culinária, mas também pode ser usado como um remédio para combater infecções e doenças como dores de ouvido, resfriados, gripes e pneumonia. O alho pode ajudar a impulsionar o sistema imunológico e reduzir o risco de doença cardíaca. Contém uma grande quantidade de vitamina C, o que é muito benéfico.

3 – Gengibre
Entre os milhares de benefícios do gengibre, que é usado em milhares de medicamentos à base de ervas tradicionais chinesas para curar doenças e enfermidades – ele é amplamente conhecido pela sua capacidade analgésica, como por exemplo, a de acalmar as dores de estômago, sendo um aliado reconfortante. Também é o escolhido para combater náusea. O gengibre é um dos mais poderosos anti-inflamatórios naturais que existem. Confira aqui os outros milhares de benefícios desta raíz.

gengibre-dieta-celulite-gripe-corte-650x350

4 – Vitamina C
Como todos sabemos, a vitamina C é necessária para um corpo saudável. Ela combate infecções bacterianas e muitas doenças. Tomando a vitamina C no início de uma gripe, por exemplo, pode ajudar a sarar muito mais rapidamente. A Vitamina C é facilmente encontrada em frutas cítricas como a laranja e o limão.

Combinar esses ingredientes num super antibiótico também é uma excelente opção para ajudar o corpo a se restaurar, como por exemplo fazer um chá de alho com mel e limão.

As poderosas propriedades medicinais do Gengibre

gengibre-dieta-celulite-gripe-corte-650x350

Se você não adiciona gengibre em sua dieta, é melhor pensar duas vezes. Esta poderosa raíz natural é uma super food e pode te ajudar a manter uma saúde impecável. De acordo com uma pesquisa da GreenMedInfo, o gengibre é antibacteriano, anti-viral, anti-oxidante e anti-parasitário. Isto para citar apenas algumas de suas ações farmacológicas. Ele não somente é um dos mais poderosos anti-inflamatórios naturais que existem, como também auxilia nas dores da artrite, na saúde do coração, pulmões, além de ajudar a controlar o peso, uma fez que o gengibre acelera o metabolismo.

Anti-inflamatório e analgésico, auxiliando no alívio de dores.
O gengibre é famoso pelas suas propriedades analgésicas, principalmente em dores musculares e a de cólicas menstruais, nas mulheres.

Ajuda a tratar os sintomas da asma.
De acordo com a American Thoracic Society (Sociedade Torácica Americana), o gengibre aprimora os efeitos dos broncodilatadores (medicamentos usados por pessoas que são asmáticas ou têm bronquite), ajudando a abrir as vias respiratórias.

Combate náusea e enjôo.
Esta raiz é maravilhosa para o nosso trato gastrointestinal, assim como previne a ocorrência de flatulências, além de ser um antiespasmódico intestinal (o que acalma seu estômago). Estudos sugerem que tomando apenas um grama de gengibre por dia, pode ajudar a reduzir náuseas e vômitos em mulheres grávidas, por exemplo. A suplementação diária gengibre também reduz a severidade da náusea induzida pela quimioterapia e pode ajudar a reduzir vômitos e outros sintomas.

corpo-saudavel

Gengibre para diabéticos.
Se você tem diabetes ou pré- diabetes, especialistas sugerem que o gengibre seja benéfico. Um estudo descobriu que depois de consumir três gramas de pó de gengibre seco por 30 dias, os participantes diabéticos tiveram uma redução significativa dos níveis de glicemia, triglicérides, colesterol total e colesterol LDL. Acredita-se que o gengibre tem um positivo efeito sobre a diabetes porque inibe enzimas no metabolismo de carboidratos, aumenta a liberação de insulina e sensibilidade e melhora o perfil lipídico. Também acredita-se que o gengibre tenha um efeito protetor sobre complicações do diabetes, e seus benefícios inclui o auxílio de proteção ao fígado, rins, sistema nervoso central e dos olhos.

Como ingerir gengibre?

Há várias maneiras de incluir o gengibre no seu dia-a-dia. Como é uma raiz, pode ser usado como tempero. Você também pode adicioná-lo em vitaminas e sopas, fazer chá de gengibre e adicionar gengibre ralado a massas de bolos, tortas e etc.

cha-gengibre-dieta-viva-624-14825

Fonte: 1, 2.

5 alimentos para acelerar o seu metabolismo

pimentatamanhocerrto1

Muitas pessoas que tentam entrar em forma, e ter um corpo mais saudável, acabam desanimando a meio caminho por causa de o processo de queima de gordura ser lento. Para o acelerar, o nosso metabolismo precisa queimar calorias com mais rapidez, e a boa notícia é que podemos interferir na velocidade deste processo de duas formas: fazendo exercícios e desta forma trocando a gordura por massa muscular – quanto mais músculos, mais rápido e maior é o gasto calórico – e se alimentando de maneira inteligente. Incluindo alguns ingredientes-chaves em nossa dieta, ajudamos o nosso metabolismo a funcionar de maneira mais eficaz.

Eis aqui cinco alimentos que vão ajudar a acelerar o seu metabolismo e te animar a continuar numa dieta saudável, confira!

1 – Pimenta vermelha ou Malagueta
A pimenta vermelha é uma poderosa aliada no processo de queima de calorias, além de, também, reduzir a fome.

2 – Canela
A canela, além de acelerar o metabolismo, ajuda a equilibrar o nível de acúçar no sangue.

cinnamon

3 – Suco de limão
Mesmo o limão sendo ácido, dentro do nosso corpo ele torna-se alcalino, ajudando a equilibrar o nosso pH. Além disso, o limão auxilia e melhora nosso sistema imunológico e digestivo.

limão yuzu três

4 – Óleo de Côco e Leite de Côco
Tanto o óleo, como o leite de côco são antivirais e antibacterianos, tornando-os ideais para manter o bom equilíbrio de bactérias boas em nosso intestino. E por quê isto é importante? Porque quando temos muitas bactérias ruins no intestino, nosso organismo entende isso como um sinal de alerta e começa a extrair mais calorias dos alimentos que ingerimos a fim de conservá-las como gordura (energia). Portanto, um intestino saudável é ideal na conquista de um corpo em forma.

50-Benefits-of-Coconut-Oil

5 – Omega-3
Alimentos ricos em Omega-3 são excelentes para o bom funcionamento do cérebro e para melhorar o desempenho do organismo no processo de queima de calorias. Estes ácidos ajudam a reduzir a produção de um hormônio chamado leptina, uma substância química natural que reduz o metabolismo.
Há várias fontes de Omega-3, por exemplo:

a) Peixes: salmão, sardinha e atum
b) Nozes e castanhas
c) Sementes: linhaça e a chia

lg-stuffed-sardines-940x480

Um super café da manhã para começar o dia

kiwi-banana-smoothie-f

Os smoothies, ou as vitaminas, são uma excelente forma de começar o dia, dando ao organismo tudo o que ele precisa para sentir-se nutrido e renovado para encarar as próximas 24 horas, além de manter a forma física. Você pode incluí-los no seu café da manhã substituindo o café.

Para acompanhar a vitamina, pão integral, queijo branco, yogurte ou uma fruta. Portanto, inspire-se nessa receita super rápida, saudável e fácil de fazer. Você só precisa de 10 minutos!

Vitamina café da manhã:

Ingredientes

1 banana
1 kiwi
300 ml de suco de laranja
1/2 gengibre ralado
1 colher (sopa) mel

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador e tome imediatamente.

Dica: Eu uso suco de larana natural feito na noite anterior. Para acompanhar a vitamina, preparo uma fatia de pão integral com o meu super saudável cream cheese caseiro, o qual você encontra a receita aqui.

Recipe_KiwiSmoothie_D

Aprenda a fazer leite de côco caseiro em três passos

um-doce-dia-leite-de-coco-caseiro-05

Já sabemos dos inúmeros benefícios do óleo de côco, não somente para a saúde, mas também para a beleza. Agora, vamos falar um pouco sobre o leite de côco, o qual também possui diversas propriedades benéficas para nosso organismo. O leite de côco é uma opção mais saudável do que o leite tradicional. É, também, uma das melhores opções para quem tem alergia à Lactose. No entanto, o ideal é o leite de côco caseiro, sem aditivos, conservantes e açúcares. Sabe aqueles leites prontos, em caixas, nos supermercados? Então…esqueça deles. Se você quer um leite de côco saudável, tem que colocar a mão na massa!

O que você precisa?

Para fazer um litro e meio de leite de côco fresco, você vai precisar de um côco, um litro de água filtrada e um pouco de paciência.
Há pessoas que compram o côco já ralado (mas se você or por esta opção, certifique-se de que é um produto de boa qualidade). Particularmente, eu gosto de fazer o leite de côco com a fruta, pois obtenho um leite mais cremoso e denso. Se você quiser o côco já ralado, use 300 gramas.

Modo de Preparo?

Passo 1:
Se você já comprou o côco ralado, você não tem que se preocupar com esta etapa.
Corte o côco, retire a água (não jogue a água de côco fora, ela é muito saudável e você pode beber a qualquer hora) e, com uma colher, raspe o côco – das laterais até o centro – até retirar todo o conteúdo. Este processo pode demorar um pouco até que se esteja acostumado com a própria técnica para retirar o côco.
Você vai, portanto, obter seus pedaços de côco. Há pessoas que preferem trabalhar com o côco ralado. Se você for ralar, esta é a hora. Se você não for ralar, deixe-os como estão, eles serão triturados no liquidificador.

fresh coconut chunks

Passo 2:
Já com todo o côco retirado, coloque os pedaços dentro de uma vasilha grande e funda e despeje metade da água filtrada. Se você tem o côco ralado, faça o processo normalmente. Coloque o côco ralado numa vasilha grande e funda e despeje a água. (Algumas pessoas aquecem a água e a despejam morna no côco, eu uso a água em temperatura ambiente).
Deixe o côco de molho na água por entre 20 e 30 minutos (eu deixo por 30 minutos). Em seguida, despeje o conteúdo da vasilha (côco e água) no liquidificador e bata por 5 minutos. Coe. Separe o côco triturado e o leite de côco (a água que ganhará uma cor esbranquiçada e uma textura levemente cremosa). Em seguida, coloque novamente o côco triturado da peneira dentro do liquidificador para repetir a operação com o restante da água filtrada. Repita a operação. Separe, novamente, o côco triturado e o leite de côco.

Homemade-Coconut-Milk-2

Coconut-Milk

Passo 3
Despeje o leite coado dentro de uma garrafa com tampa, ou uma jarra, e guarde na geladeira. Note que na superfície vai se formar uma camada de gordura. Não se preocupe, é uma gordura natural que o côco libera, e muito saudável. Apenas quebre-a com um garfo e use o leite normalmente.

img_49141

Você pode usar em smoothies, substituindo o leite, pode usar para cozinhar alimentos e, também, no seu café da manhã. Dá para conservar o leite de côco caseiro na geladeira por até 6 semanas.

IMG_9205-1024x6821